“Porquê Coimbra?” – Marina Buzin

“Estar aqui é mergulhar em clichês, levar pessoas para a vida, chorar de saudades do que ainda não acabou, é amar odiar, é odiar amar, é traçar a capa e sentir que somos tão diferentes e mesmo assim sentimos o mesmo por esta cidade.”
E desta vez foi a Marina Buzin que decidiu contar-nos como Coimbra a surpreendeu. Obrigada Marina!

Também gostavas de ver o teu texto publicado? Então responde à questão “Porquê Coimbra?” e envia-o para o mail tradicaoacademica@negaac.info

“Porquê Coimbra?” – Sara Pereira

“Hoje sou fruto de vivências partilhadas com todos os que se cruzaram no meu percurso, desde os choros escritos em cada banco de jardim aos sorrisos cravados em cada pedra da calçada que me reescrevem vezes sem fim.”

E esta foi a vez de a Sara Pereira escrever o que Coimbra lhe proporcionou, o que Coimbra fez à sua vida.

Obrigada Sara!

Também gostavas de ver o teu texto publicado?
Então responde à questão “Porquê Coimbra?” e envia-o para o mail culturatradicao@negaac.pt

Boa Páscoa!

Não estudaste nada do que tinhas previsto?!

Não faz mal, fica para a próxima pausa letiva, que só por acaso corresponde com a Queima 😉

Boa Páscoa!